Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PONTOS SUTIS E VITAIS

1. O Cordel como estilo literário precisa ser visto com olhos regionalistas e ser trablhado por escritores tradicionalistas ou ao menos todos que estudem e trabalhem em cima deste contexto, aliás, depois da trova é talvez o segundo maior ceio de nossa literatura, digo aquela que se fazem presentes instrumentos enraizados em nossa cultura, é de suma importância ressaltar que ele deve ser feito com naturalidade sem caricaturas, pois personificar uma história no cordel é o mesmo que retratar nossa gente, precisa ser genuinamente real sem transpor os limítrofes de nosso povo.

2. O Cordel é uma poesia mais branda na sintaxe por isso não há muita preocupação com a correção gramatical e sim com a fala regional, porém se quiser retratar uma estória sem o uso de regionalismo pode também só digo para o escritor não tentar complexificar seu texto, alem do mais o Cordel tem que ter um enredo mais atraente que sua temática, pois esse enredo precisa discorrer brandamente a estória sem a visão de foco narrativo muito aguçado, isto é, as palavras vão dizer mais que o narrador, ou seja, as imagens poéticas ou literais serão a chave para isso ocorrer, leve também deve ser o estilo de criação dos personagens já que os mesmos são pessoas comuns e daí a caracterização não pode ir alem da imaginação do escritor, pois mesmo se a estória for ficcional poderá parecer que a idéia do escritor é criar biótipos imaginativos ao folclore popular o que pode soar como um grande ponto negativo na perspectiva de leitura e inibirá a vontade do leitor de ler seu Cordel.

3. O Cordel é uma literatura que precisa ser advinda de fontes originais, pois nunca se moderniza, isto é, pode se atualiza, porém nunca pode ser feita em outras diretrizes senão aquelas que antigos literatos populares criaram e por isso leia primeiramente Cordéis disponiveis na Internet, busque informações sobre a história do gênero, aliás, para ser mais exato esmiuce o que puder sobre o Cordel e depois faça um apanhado geral para conseguir insertar-se neste universo.

4. O Cordel precisa ser descritivo, ter uma visão mais emocionante por isso depois de ter seguido pelo menos um dos itens anteriores tente treinar sua escrita panorâmica crie um folhetim ou estória e tente buscar a linguagem, expressão ou léxicos que mais se situem ao seu estudo sobre o gênero.

5. Tenha o Cordel na alma, pois ele é o gênero literário mais brasileiro que existe na face da terra.
Edemilson Reis
Enviado por Edemilson Reis em 14/04/2006
Código do texto: T138827
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edemilson Reis
Vespasiano - Minas Gerais - Brasil, 27 anos
332 textos (127546 leituras)
4 e-livros (593 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:32)
Edemilson Reis