Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O rosto de ugolino...

Ugolino....quanto mais estradas para construir.....quanto mais erguidas as torres onde dormita....quanto mais afstados os lugares que te chega....mais seus pés inexploram a minha existência...é seu fardo inútil...andar...andar...correr...o melhor seria não sair do lugar...Mas é preciso saber-se caminhante....e só assim serás melhor sedentário.... Supérfluo seria não desejar os caminhos e ainda plantar-se de vacuidades ...pra não dizer...razão de pedra...Sísifo pervertido...Ugolino...seus filhos não nasceram...por que só gozas com o organismo....mas...quem é esse que vos fala Ugolino? E quem és tú.... que passa por aqui sem que a malediscência o atravesse?...quem é esse ser de mão segura...que em andanças afasta as sombras de uma pele e osso de andarilho? Se eu maldisse o interior de seus sonhos....e cuspi no esterco em que pisas...deleta-me a esquerda....me deleta a direita... esqueçe a estação desses pés...saiba...não vou babar sobre tua progenitura e nem rasgar riso solto pros teus filhinhos não nascidos... mas confesso...gosto muito dessa  sua face inexprimível...

Rocha

Rocha Gomes
Enviado por Rocha Gomes em 14/04/2006
Código do texto: T139060
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rocha Gomes
Salvador - Bahia - Brasil
5 textos (94 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:16)
Rocha Gomes