Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reflexo




Vejo um rosto na paisagem
Com a tormenta nos cabelos
E a meia-lua nas faces.

Opaco olhar de azeitona
Brilho seco ,como o estio
Que os meus olhares detona.

Ao longe tudo vagueia
Em clandestina viagem
Pelos escuros da veia.

Pelos caminhos das águas
De um mau sentir vagabundo
Ela chega já sem mágoas.

Levou consigo essas dores
Que a gente teima em matar
E pariu ventre de flores
Que a vida insiste em regar.

Ao espelho,olhou-se atenta
E descobriu sem demora
Que a mergulhadora lenta
Sou eu mesma aqui e agora.







Zully Oney Teijeiro Pontet
Enviado por Zully Oney Teijeiro Pontet em 14/04/2006
Código do texto: T139116
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Zully Oney Teijeiro Pontet
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 59 anos
219 textos (13426 leituras)
1 áudios (112 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:51)
Zully Oney Teijeiro Pontet