Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A CORRIDA


          A CORRIDA


                                                        Velocista é  o infinito tempo,
ele não perde tempo.
Não existe jamais a suspensão.

                                                 
A distancia vai logo adotar.
Logo tudo ira acabar
só restara insólitos fragmentos.

                                                         
Desde ideal que sustentei
dilacerando a esperança,
onde esperar é impossível;

Onde querer e algo a perder,
onde as importâncias se cruzam.
O coração corre contra o tempo.

Germinar as raízes da vitória
e regar a alegria  do sucesso
Deixar que o futuro seja juiz.
                                                           
               
 
                                                         

                                                           
           
Poeta Mario Macedo de Almeida
Enviado por Poeta Mario Macedo de Almeida em 14/04/2006
Código do texto: T139254

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Mario Macedo de Almeida
Guarujá - São Paulo - Brasil, 55 anos
676 textos (39566 leituras)
3 áudios (248 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:18)
Poeta Mario Macedo de Almeida