Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Realidade

Realidade
De Iolanda Brazão


Senti sua falta.
Devo admitir.
Mas não posso  me iludir
Nem acreditar em ilusão.
Muito menos em palavras.
Soltas ao vento.
Ditas sem emoção.
Eu avisei...
Fui clara em afirmar.
Saber sair de cena.
Fechar as cortinas.
Apagar a luz.
E tomar outra direção.
Não vou mendigar.
Nem pedir sua atenção.
Mesmo porque.
Você não é assim tão vital.
Apenas mais um.
Não deu....
Tudo bem..
Ninguém é de ninguém.
Espere...
Sua vez também vai chegar.
Tudo que vai volta.
Pode apostar...
Então procure falar a verdade.
Sem dissimular.
Blefar.
Iludir.
Enganar.
Seja mais humano.
E menos  cruel.
Existem dois caminhos.
O inferno.
E o céu.


16/04/2006     15:30
Iolanda Brazão
Enviado por Iolanda Brazão em 16/04/2006
Código do texto: T140066

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Iolanda Brazão
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
343 textos (32020 leituras)
3 áudios (627 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:51)
Iolanda Brazão