Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desejo de Açucena

Para todas as borboletas azuis que sonham em transformar a mulher amada em açucena...


Olho em redor e contemplo o verde das folhas
Observo como o vento sussurra palavras de amor
Como se enrosca e dança em torno dos troncos
Amando cada toque, cada beijo, cada caricia

Numa dança sensual ramos se agitam
Espécies se cruzam e se desnudam
Enamoradas que estão pelo Sol quente
Que as faz arder de paixão e desejo

Transporto para mim essas emoções
E sinto o meu corpo arder de prazer
Ao me envolver em mil prensamentos
Que se cruzam com mil sentimentos e lamentos

Sinto o vento tocar-me suavemente
Depois envolvendo todo o meu corpo
Tomando-me devagarinho, e eu perdendo-me
Aquecida pelos raios de luz que me fazem derreter

Dou por mim estendida na areia
Rendida num prazer sem fim
Que consome o meu ser, a minha alma
Aliada que estou dos locais e dos sentires

Desperto plena e maravilhada
Abro os olhos e vejo a luz intensa
Ouço um marulhar que me é familiar
E percebo que és Tu, borboleta azul

Embala-me nos teus braços
prende-me com força e não me largues jamais
Deixa-me olhar que os teus olhos e sentir o teu cheiro
Faz de mim açucena sempre que beijares as minhas pétalas
Sonya
Enviado por Sonya em 17/04/2006
Reeditado em 03/07/2006
Código do texto: T140564
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonya
Portugal, 34 anos
170 textos (17296 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:47)
Sonya