Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MENINA DE RECADO

 
Eu, não louvo o poeta...
louvo a poesia do poeta,
porque ferve nas veias
antes de fluir para a vida.
A poesia não morre,
não ama, não envelhece
nem desce à tumba.
Transporta os sentimentos
e emoções do poeta
e se torna sua
Menina de Recado.
Indiferente...
conduz a dor, o sorriso,
os sonhos, o amor, a beleza
e até suas mazelas.
Dispara o íntimo,
atinge as reações...
marca, acerta, encanta!
Mora na alma do poeta
e é amada por ele.

Zecar
Enviado por Zecar em 02/05/2005
Código do texto: T14213
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zecar
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
249 textos (20144 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 17:04)
Zecar