Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Conjugação de minha vida

Gosto de coisas antigas
Porque no tempo delas
Eu não existia.
Antigamente eu não nasci,
Por isso não pude rir,
Não amei nem me machuquei,
Não te conheci nem ti perdi,
Só posso dizer que
No passado distante eu fui feliz
Já que simplesmente não existi.
(pretérito mais que perfeito)

O presente é doloroso
Porque eu existo,
Só tento ser bom e não minto,
É difícil de acertar,
São tantos erros que não da para contar,
A realidade é cruel com a gente,
É quase impossível ser feliz
Sozinho e carente,
Meu presente é um castigo
Enquanto nele vivo.
(Presente inocente)

Dias futuros são incertos,
Tento fazer planos,
Que no fim nunca dão certo,
Meus sonhos estão perdidos,
Só me resta a esperança
De um dia construir novas lembranças.
(Futuro mais que indeciso)
Não
Enviado por Não em 21/04/2006
Código do texto: T142550
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Não
Pedro Osório - Rio Grande do Sul - Brasil, 30 anos
14 textos (697 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:38)
Não