Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OLHAR AVENTUREIRO = TÂNIA AILENE



OLHAR AVENTUREIRO
TÂNIA AILENE

Queria fugir, para outro lugar
onde me carregue de certezas.
Diga que há uma terra
linda, limpa, com liberdade
sem vigia...
Há de haver neste planeta
cidade, país, espaço, um jardim,
uma ilha de ilusões com céu azul
e corpo meu...
Todos os dias com meu coração
batendo com espera
do inexplicável.
Que pena:
Se este dia passar
a esperança morrer
eu não mais recuperar
o coração junto com a razão.
Chorar não vou
cantar nem pensar
sozinha na rua também não ficarei.
Só resta aceitar
as conseqüências de atos ousados
abusos não merecidos
partidas em mil pedaços...
Acredito que uma única
olhada para o futuro
faz ver a vida pelo prisma
do olhar aventureiro
que lança a incerteza...
Tenho convicções não reveladas
acho que gosto da vida...
Mas não vou viver muito assim...
Prefiro o fim!

30/03/2006
TÂNIA AILENE
Tânia Ailene Nua Poesia
Enviado por Tânia Ailene Nua Poesia em 23/04/2006
Código do texto: T143670
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Ailene Nua Poesia
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
886 textos (30278 leituras)
28 áudios (1362 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:29)
Tânia Ailene Nua Poesia