Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mais um dia

Nasce o dia
eu morro.
Aqui no morro
nesses dias
só se pode morrer.
Perigo é ficar vivo
sobreviver
ao que digo
ao que vejo
onde sigo.
Os meninos
com brinquedos nas mãos
não estão de brincadeira:
pou pou pou
morreu, tem nada não
era ladrão.
No meio do caminho
existem muitas pedras:
pedra de crack
caminho de pedra
pedra no telhado
corre corre,senão morre.
Se a pedra não mata
a pedra te engole.
Suga sua vida
como eu sugo estas palavras
dos olhos mudos deuma mãe
que grita por seu filho morto.
Meu vampirismo
idealismo
sentimentalismo
de nada serve.
"Agente se acostuma com tudo".
Com omundo ficando quadrado
agente vivendo pelos cantos.
Com tudo ficando errado
com o dedo puxando o gatilho.
Matando o pai,o filho
o Espírito Santo
Amém.
Eneas Andrade
Enviado por Eneas Andrade em 23/04/2006
Código do texto: T143832
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eneas Andrade
Salvador - Bahia - Brasil, 36 anos
109 textos (4014 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 12:47)
Eneas Andrade