Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Você

Você foi minha loucura, minha paixão
Você foi meu inferno, meu paraíso
Você foi minha sede e minha água
Você foi meu dia claro e minha noite mais escura.

Em que lugar, te encontrei
Quanto tempo, te amei
Quantas lagrimas, chorei
Quantos sonhos, já não sei.

Meu oásis, minha sina
Meu cantar, minha rima
Meu querer mais importante
Minha dor dilacerante

Em que lugar, te amei
Quanto tempo, chorei
Quantas lagrimas, já não sei.
Quantos sonhos, te encontrei

Que pena! Tudo acabou.
Lugares, tempos, lagrimas e sonhos
Que pena, não somos mais apenas um
Que pena! Nos dividimos, agora somos dois

Em que lugar, já não sei
Quanto tempo, te encontrei
Quantas lagrimas, te amei
Quantos sonhos, chorei

Nosso amor foi em vão
Não floresceu na primavera
Não viveu o verão
Viveu como nuvens do outono
E morreu no tenebroso inverno, do teu coração.

Em que lugar, chorei
Quanto tempo, já não sei
Quantas lagrimas, te encontrei
Quantos sonhos, te amei!

Do nosso amor
Nada sobrou
Foi como uma folha seca.
Que a brisa primeira levou.

Não foi duradouro
Não foi real
Foi apenas um sonho bom
Que me fez muito mal.

Sonhei!
Já não sei!
Te encontrei!
Te amei!


Reginaldo Cordoa, futuro Administrador de Empresas e Apaixonado pela Vida.
25/04/2006

Reginaldo Cordoa
Enviado por Reginaldo Cordoa em 24/04/2006
Código do texto: T144501
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Reginaldo Cordoa
Matão - São Paulo - Brasil, 46 anos
95 textos (23233 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:40)
Reginaldo Cordoa