Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Politiquices



Podemos viver bem alegremente
Mas eis que aumentam os impostos
E lá vem a raiva veemente
E os desgostos

Imaginamos alimentação igual
Daí a televisão mostra lautos-festins
Ficamos com a sensação de desigual
Nem sobrou pudins

Com ares de reis, os políticos esbaldam
O povo espera e clama por justiça
E os mesmos sequer se abalam
Eles têm preguiça

Para o povo, circo e pão, quiçá chá
Esvai-se da lembrança digna vida
Eles na mordomia de um marajá
Sobra-nos a lida

Educação, incentivo a boa leitura
Que é isso companheiro? Iletrado é melhor
Afinal, assim podem manipular a feitura
E ficamos na pior

Saúde, nem falar, muito menos pensar
Continua a velha política de conta-gotas
Muitos morrem a espera , verdadeiro penar
Somos rotas

Rotas para alcançarem o famigerado poder
Depois, viram e seguem para o lado oposto
Sem ligar ao bem – estar ou ao saber
Será por gosto?


Malubarni
Enviado por Malubarni em 25/04/2006
Código do texto: T145093

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Malubarni
Vila Nova De Gaia - Porto - Portugal
595 textos (118354 leituras)
2 áudios (277 audições)
3 e-livros (397 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:21)
Malubarni