Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMANHECER PANTANEIRO

Por detrás da planície
o sol varre a noite
e com mãos douradas
estende sua luz no varal do dia.

A manhã se espreguiça bocejante
na varanda natural.

Casas pantaneiras abrem os olhos
e espiam a natureza
espalhada em tapetes de orvalho.

Fumaça de chaminés
denuncia fogo em fogões a lenha,
com perfume de café.

Aves em revoada
abandonam ninhais de veludo
e em ritual ensaiado
buscam a primeira refeição.

Jacarés sonolentos,
l e n t o s
esparramam-se no beiral das águas
e cobrem-se de sol.

A cantiga do riacho
desperta sucuris
e embala a dança de peixes
em aquáticos balés.

No campo
a boiada norna passeia
e pinta de branco a bucólica paisagem
chamando o peão à lida.

E o valente peão pantaneiro
ensaia uma prece
a Deus e à Virgem Maria.
O pão nosso ele agradece
e vai tanger
o novo dia.


Da Antologia "Caminhos"   -  p.51    -  Edição 2002
Ileides Muller
Enviado por Ileides Muller em 25/04/2006
Código do texto: T145220
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Ileides Muller
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 58 anos
789 textos (39770 leituras)
5 e-livros (859 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:41)
Ileides Muller

Site do Escritor