Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O FADO


O fado é queixumes ,
um resto de perfume
volteando a névoa rasgada
pela luz frouxa do sol .

O fado é Madredeus ,
é Amália e os seus...
que roubaram da mata
o canto de um rouxinol .

O fado está nas quilhas ,
nas espumas , nas milhas,
no albatroz que circunda ,
incansável a embarcação.

É lamento dobrado ,
no metal da guitarra,o fado ,
é a rosa , é o espinho
tangendo a mesma mão.

É Coimbra , é o Tejo
é cada pedra que invejo
do chão do cais das náus partidas
que brilham mansas ao luar .

Que trazem nuas às ruas
as lembranças que são tuas,
do amor partido como as náus
que nunca mais  hão de voltar .

E Deus,infinito e majestoso
tendo seus poderes invocados
fez o mundo fez o homem ,
além do alecrim prateado .

Realçou o negrume da noite
com pendões estrelados ,
do homem fez a mulher ,
e da alma fez-se o Fado !


SBC-SP.
13/06/2003-José Alberto Lopes ®
José Alberto Lopes
Enviado por José Alberto Lopes em 25/04/2006
Código do texto: T145331
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Alberto Lopes
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil
596 textos (36599 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:45)
José Alberto Lopes