Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Dor Que Mais Dói.

A dor que mais dói, eu a sinto,
Não é a saudade, é a mentira.
Ilusão que o tempo desmascara,
E nos cava, no peito, uma sepultura.

A dor que mais dói, não a desejo,
Nem mesmo àquele que ma provocou.
Se morro, levo comigo toda a angústia,
De um lindo amor que não se realizou.

A dor que mais dói, ainda latente,
Faz-me escrever esses versos de amor.
Busco abrandar a tamanho sofrimento,
Pois não pode ser eterno esse dissabor.

A dor que mais dói, comigo carrego,
Ela entorpece, emudece, adormece.
Os meus sentidos já não consigo externar,
Estou morrendo, e nem teu amor me pode agora salvar.

A dor que mais dói, já não dói tanto,
Trucidou-me os sentidos, matou minh’alma.
Destroçou esperanças, pousou em meus sonhos,
Nada mais me resta, além da espera calma.

A dor que mais dói, já não mais existe,
Levou consigo o melhor que havia em mim.
Hoje sou apenas sombra do que fui outrora
E nada mais em mim há para se apagar... 

                                                                           05/07/2004 – 13:30 horas.
Akasha De Lioncourt
Enviado por Akasha De Lioncourt em 26/04/2006
Reeditado em 05/07/2009
Código do texto: T145581
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Áudio
A Dor Que Mais Dói - Akasha De Lioncourt
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Akasha De Lioncourt
São Paulo - São Paulo - Brasil, 45 anos
706 textos (1034607 leituras)
72 áudios (109732 audições)
30 e-livros (56832 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:48)
Akasha De Lioncourt

Site do Escritor