Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BREGA

                BREGA
                               Elizabeth Fonseca
Sou brega,
Que não se entrega
Ao forte cansaço.
Sou brega de fato,
No jeito e no tato
Como posso ser.
Meus horizontes
Têm conquistas, sou otimista.
Tenho espaço pra pensar,
E trabalhar.
Meu limite é uma senda,
Que pode sempre
Se alongar e se alargar.
Sou brega, minha gente,
Tudo posso realizar.
Minha alma é alegre, festiva,
Amiga do sol, do vento, da chuva,
E do que me possa atalhar.
Às vezes, me visto de chique
Os conformes me inibem,
Sem que possam perceber.
Sinto-me dama que exibe,
Tudo que possa ter.
Sou brega,
A mulher, a mãe,
A esposa amiga.
Sou brega e
Não vejo limites
Na linhagem da vida.
Sou brega,
Romântica, charmosa,
Sou também dinâmica,
Sou também dengosa.
Tudo eu posso ser,
Em tudo poso crer.
Eu giro o mundo
E sempre me encontro
No que ser feliz!

Elizabeth Fonseca
Enviado por Elizabeth Fonseca em 27/04/2006
Código do texto: T146462
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elizabeth Fonseca
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil
54 textos (2959 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:38)
Elizabeth Fonseca