Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DIVAGAÇÕES

Vejo poesia na criança,
no seu sorriso, no choro.
Vejo poesia nos animais,
no espreguiçar do gato,
na fidelidade do cachorro.
Vejo poesia no agitar
das copas nas árvores,
no desenho de um galho solto

Navego em horas esquecidas
ancoradas nas marcas do rosto.
Pouso, assim, em um novo horizonte,
na paisagem que acerta
o meu mundo torto.
Naldo Coutinho
Enviado por Naldo Coutinho em 30/04/2006
Reeditado em 13/10/2006
Código do texto: T147936
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Naldo Coutinho
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
111 textos (6977 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:38)
Naldo Coutinho