Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Dicionário do Povo

O povo esqueceu a poesia
e a doçura das palavras...
O povo esqueceu o livro
ou, antes, o livro esqueceu o povo...

Pobre povo – com fome do saber,
mas que precisa optar, escolher
qual fome é urgente saciar!
Só lhe restam a TV e os jornais...
E, neles, o povo sofrido
desvenda os segredos revelados
do  dicionário do medo...
O povo se faz fluente:
Pedofilia, seqüestro e chacina;
maconha, crack e cocaína...
Em êxtase a subserviência
à violência vil de cada esquina...
A impunidade em Lei...
É liminar
que permite aos criminosos confessos
o regresso às ruas,
com o poder de eliminar...

Pobre povo, cujo vocabulário cresce
enquanto ele próprio fenece aprisionado
e se vai minando aos poucos...
Povo infeliz – de uma infelicidade inflacionada!
Mas não há de ser nada...
O povo, de novo, assimila
e segue adiante;
descobrindo, na prática,
cada inferno de Dante!
Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 01/05/2006
Código do texto: T148291
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10789 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:35)
Poeteiro