Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Caranu

Maracajuina
Doce sumo do caju
Quando ela revira os olhos
Sai piscando
Cor azul
Sonsa, amarelinha
Com visguinho de umbú
Quando rabaneia a saia
Ela deixa o broto nú
Hum....hum
Ela deixa o cara nú
Hum...hum
Ela deixa o cara nú

Flor de laranjeira
Cantoria à beira mar
Tu me ensina a fazer renda
Que eu te ensino a namorar
Toda purpurina
Alma livre e cristalina
Se zangada
Esta menina
Faz beicinho
Furta cor
Faz que não o nota
Na verdade ela se importa
Sai assim batendo a porta
Caranu ficou tão só
Ó....ó
Caranu ficou tão só
Ó.....ó
Caranu ficou
Tatiana Cobbett
Enviado por Tatiana Cobbett em 05/05/2005
Reeditado em 31/05/2005
Código do texto: T14899
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tatiana Cobbett
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 56 anos
586 textos (22009 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 11:09)
Tatiana Cobbett