Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Burguesia alienada

Êta burguesia alienada
Que faz barulho pra impôr
Que faz que tem tudo e não tem nada
Ajuntando riquezas com sujeira, sem pudor

Corta os pulsos burguesia alienada
Tapa os olhos, finge que não vê nada
Entorna o caos nesse país
Pisa nele e faze-o infeliz

Vê se aprende burguesia alienada
Que o pai de família sofre por amor
Que o mendigo com frio, geme de dor
E você burguesia, ata os braços e não faz nada

Desata os braços burguesia alienada
Abra a janela, contemple esse porvir
Desliga esse ar "condicionado"
E acredita burguesia nesse país,
que embora sujo pelas tuas mãos
ainda é amado pelos cidadãos.
Daanihh
Enviado por Daanihh em 02/05/2006
Código do texto: T149059
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Daanihh
Taguatinga - Distrito Federal - Brasil, 27 anos
90 textos (10110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:58)
Daanihh