Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VAIS


Como uma louca
Pela noite fora
Procuras consolo
Junto de um qualquer
Que mande a tristeza embora

Vais

Cega
Pelo Universo
Apenas te guiando pelo rumor das estrelas
Que sabes em lugar ter paralelo

Vais

Sedenta por um amor
Que um dia julgaste ter
Nem que para o reaver
Te deixes abraçar de um qualquer

Vais

Solitária
Pela via da tua existência
Podias ter uma multidão à tua volta
Mas não tens, não aguentas a sua cadência
Que é o pulsar de tudo
O som da alma, o gemido do coração
Que és incapaz
De adicionar à tua solidão
Porque única nascente
Única decidiste hás de morrer
Nem que sofras só mil infernos
Porque já decidiste ter demasiado a perder
Mas não tens
Pois a única vitima da tua solitária cruzada
És tu
Cavaleira e serva
Dessa eterna batalha
Dado não te reveres juntos dos teus tais
Por isso não sabes realmente
Para onde realmente

Vais

Poema protegido pelos Direitos do Autor
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 02/05/2006
Código do texto: T149083

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5077 textos (170338 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:10)
Miguel Patrício Gomes