Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEIXE-ME

Deixe-me só com  minha loucura
Deixe-me só com as poesias
Faça com que eu sorva lentamente o sofrimento

Se, nem no somo alívio eu encontro
é porque tua presença no escuro existe
o lençol abriga meu corpo
mas não aquece minha ânsia

Mesmo estando junto a ti
Minha cabeça voa
Nas águas calmas de tua presença
Sou a onda rebelde que o vento entorna

Os espelhos quebrados não brilham mais
No lusco-fusco vadio da vidraça
estou novamente perdido
Desamarra minhas mãos

Para que eu fuja de "mim"

Deixe-me só no frio
Deixe-me só no mundo
Deixe-me só na vida
Não me persiga
Vais morrer sem provar o fel da justiça    
JOAO DE DEUS VIEIRA ALVES
Enviado por JOAO DE DEUS VIEIRA ALVES em 02/05/2006
Código do texto: T149193
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOAO DE DEUS VIEIRA ALVES
Eldorado do Sul - Rio Grande do Sul - Brasil, 54 anos
216 textos (80545 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:16)
JOAO DE DEUS VIEIRA ALVES