Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O CAOS INTERNO


Pensamentos confusos
Que não sei de onde vêm
Turbam minha mente vazia
Confundem meus pensamentos profanos
Causam-me insônia profunda
Deixam-me em total letargia
 
É como fogo que consome em prantos
Faz de cada chama um tormento terrível
E do meu corpo um calabouço de espanto
Ou até um labirinto de espinhos
 
Que ferem por dentro e por fora
Vem a qualquer dia ou hora
Deixam-me em grande tortura
Que não tem tempo para acabar
 
É um tormento que eternamente dura
É caos de uma mente intranqüila
Que busca lá fora o estímulo
Para aplacar sofrimento terrível
De pensamentos sem eira, nem beira
 
Servem apenas para agonia sem nível
Pois a mente é uma grande mentira
Mas queremos crer em sua falsa verdade.

Pedro Ernesto Prosa e Verso
Enviado por Pedro Ernesto Prosa e Verso em 05/05/2006
Código do texto: T150745
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Pedro Ernesto Prosa e Verso
Fortaleza - Ceará - Brasil
439 textos (8782 leituras)
1 e-livros (6 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:09)
Pedro Ernesto Prosa e Verso

Site do Escritor