Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Demência

Medo insano de não poder viver...
Deixar esvair-se os sonhos por entre os dedos
e, na cegueira,
cair e levantar por entre a escuridão.
Sem forças, ser levada
na oscilação da brisa
ou jogada à praia com violência,
na maré cheia.
Esquecer de lutar,
amar e odiar
e sentar na praça
no sol da tarde
a perguntar-me quem sou.
Vestir-me de trapos,
comer migalhas e,
virando crianças,
chupar dedo e brincar e bilboquê

Maria Luiza de Monteiro Marinho
Enviado por Maria Luiza de Monteiro Marinho em 05/05/2006
Reeditado em 07/05/2006
Código do texto: T150813

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Luiza de Monteiro Marinho
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
149 textos (4798 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 19:54)
Maria Luiza de Monteiro Marinho