Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COBAIA


Enquanto houver raiva
tenho esperança de matar o que sinto por você.
Isso vai morrer aos poucos,
espremido,
amassado,
de um jeito que não sei como vou conseguir,
mas é o que estou fazendo.

Vou matar o que sobrou,
e vou eliminar as lembranças de tudo o que foi bom.
Porque se ao final só ficaram sentimentos ruins
aquilo que foi bom não vale de nada.
Não quero,
pois nada daquilo me pertenceu de verdade.
Vou esquecer,
porque nada daquilo era pra mim.
Era uma fuga,
uma vontade estúpida de fugir do que você sentia.
Da dor que você sentia.

E eu fui a cobaia.
Fui bem usada,
isso não poso negar,
mas essas mesmas mãos que me manipularam,
agora me jogam fora.

Me descarta de vez,
vai ser mais fácil pra mim,
vai ser mais fácil pra você.

Diana Marques
Enviado por Diana Marques em 05/05/2006
Código do texto: T151010
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Diana Marques
Guara I - Distrito Federal - Brasil, 32 anos
22 textos (909 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:19)
Diana Marques