Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESALENTO

Silêncio tormento, vieste com à noite
a trazer-me lembranças que não pedi,
teimas em acordar em meu viver...
o que busco esquecer para sempre.
Não quero mais, ter que sofrer a solidão,
E o amargo silêncio em que meu coração,
teve que suportar com aquela partida.
Agora que tento livrar-me da tristeza...
Vens sorrateiro em minhas lembranças.
Quero barulhos, algazarras, gritarias...
Qualquer som preenchendo minha mente,
Só não quero sentir o silêncio mórbido,
da casa vazia, da vida tão fria, paredes nuas,
em que transformei, meu rico e doce lar...
E o único companheiro a ouvir minha voz,
é o travesseiro, fiel escudeiro de lágrimas.
Oh! Silêncio, vá depressa! Pra longe daqui!
Não te quero de parceiro em minha aflição,
Vá..vá embora de mim! Silêncio, vá!
Volte sómente na hora derradeira...
Quando chegar o momento crucial,
em que estaremos um no outro...
Definitivamente juntos... para sempre.
WILSON FONSECA
Enviado por WILSON FONSECA em 07/05/2006
Código do texto: T152055
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
WILSON FONSECA
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 67 anos
193 textos (18090 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:45)
WILSON FONSECA