Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
LAMENTOS



Num tristonho deserto certo homem falava
Naquela hora pregava sua vida a sofrer
Só me resta morrer: desse modo clamava!
Depois se concitava: eu necessito viver!

Uma lágrima caída jamais me acalma
Já sinto minha alma quase a perecer
Nada posso fazer, não possuo mais calma
Sinto dores na alma isso é mais que sofrer

Meu viver é inútil, tudo está liquidado
Acabou todo o fado, terminou tudo em fim
Já nem penso em mim, vivo assim desprezado
Oh! Que negro estado, como é triste o meu fim

Oh! Sofrimento meu, que em ti me aqueço
Diga-me se mereço viver só para sofrer
Parece, a meu ver, que me tens grande apreço
Pois só a ti eu agradeço este meu padecer
Germano Correia da Silva
Enviado por Germano Correia da Silva em 08/05/2006
Reeditado em 23/02/2008
Código do texto: T152709
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Germano Correia da Silva
São Paulo - São Paulo - Brasil
454 textos (52239 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:26)
Germano Correia da Silva

Site do Escritor