Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha Mãe

Lembro da barra da saia
Agarrada a ela ficava
Não falava com estranhos
Sua mão firme eu segurava
Muitas vezes, suas lágrimas eu secava
E seu sorriso me encantava
Seu abraço gostoso eu achava
E de sua palmada reclamava

Doces lembranças de criança
Guardadas no fundo do peito

Hoje continuo agarrada a ela
Minha mãe encantadora

Ainda seco suas lágrimas
Mas, palmada não levo não!
Larguei a barra da saia
Mas, jamais largarei sua mão!

Poesia para minha mae..

Idelma Maria Rosado
31/08/61
15/09/09†
Saudades Eternas...
R.I.P Mãe
Lipoeta
Enviado por Lipoeta em 09/05/2006
Reeditado em 02/04/2010
Código do texto: T152979

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lipoeta
Capelinha - Minas Gerais - Brasil, 28 anos
19 textos (2567 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:27)
Lipoeta