Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ROSAS DE SANGUE

Brotou entre escombros,
Foi protegida por seus espinhos.
Nasceu rasgando feridas,
Derrama o sangue te quem tenta lhe tirar a vida.

Seu vermelho indica alerta,
Exala um cheiro frio.
Quem lhe ver ousa em lhe tocar,
Sabendo que pode se machucar.

Rosas de sangue,
Tens a alma dilacerada.
Não sabe sorrir,
Nasceu apenas para ferir.

Rosas perigosas,
Quem lhe poda se suicida.
És bela entre as flores,
És a mais cruel entre as dores.

Sua cor vermelha é um sinal de alerta,
Quem atrever-se a sentir seu perfume espeta-se.
Rosas malditas,
Rosas do pecado


BRIONE CAPRI

 

BRIONE CAPRI
Enviado por BRIONE CAPRI em 12/05/2006
Código do texto: T154863
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BRIONE CAPRI
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 32 anos
1428 textos (66606 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:43)
BRIONE CAPRI