Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LETRIX - Nascimento e Primeira Sistematização. Primeiros poemas. Atualizações.

Registra-se que em 12/05/2006, Goulart Gomes respondeu concordando com uma proposta ao MIP de oficialização do LETRIX, como nova modalidade de Poetrix, assim : "Tudo vale a pena, se a alma não é pequena... E viva o Letrix!".

A sua história é curta, nasceu na noite de 11/05/2006 nessas circunstâncias:

Rolava um tal de "seilaquetrix" (um brain-storming gerando diversos modos de escrever) e nisso

1º) Pedro Cardoso Machado escreveu, sob uma nova forma:

  L
  u
  a

  na boca da noite sou a sua estrela

  Pedro Cardoso (DF)

2º) Ao que Patrícia Essinger prontamente respondeu:

  N
  u
  a
   
  guia-me ao teu céu
   
  Paty Essinger

3º) Mel escreveu:  Posso participar?  ;)

   T
   u
   a

   ainda que no céu nua

   Rejane (Mel) Britto

4º) E Marco Bastos: rs, e lá vou eu:
   
  R
  u
  a
   
  um salto e, tua nua lua, no alto.
   
  Marco Bastos

Mas percebi que aquilo valia uma madrugada, e:

Para: "poetrix"
De: "Marco Antonio Bastos"
Data: Fri, 12 May 2006 03:30:16 -0300 (ART)
Assunto: M.I. POETRIX: XCOM : Goulart Gomes / Pedro Cardoso/ Patrícia Essinger/ Rejane (Mel) Britto.- PROPOSTA AO MIP - LETRIX.
   
Prezado Goulart.

Proponho que o "seilaquetrix" seja oficializado como mais uma modalidade de poetrix, passando a se denominar LETRIX (de letra ele maiúscula + trix) com a seguinte formatação:
   
  X
  X
  X
  omo...omo....omo....omo....omo....omo ,
   
  sendo omo = palavras em qualquer lingua.
   
Pelo que senti, ao escreverem Pedro Cardoso Machado (1º Letrix), Patrícia Essinger (2º Letrix), Rejane (Mel) Britto (3º Letrix), e Marco Bastos (4º Letrix), nessa produção espontânea contida em e-mail ao Grupo Poetrix, dessa data, essa formatação é inspiradora e oferece campo para desenvolvimento inovador.
   
Veja a seguir cópia do e-mail que reuniu os 4 trabalhos (do mais recente para o menos recente) :
   
------------------------------------------------------------
4º) Rua : (já transcrito acima)
    Marco Bastos

3º) Tua : (já transcrito acima)
    Rejane (Mel) Britto

2º) Nua : (já transcrito acima)
    Patrícia Essinger

1º) Lua : (já transcrito acima)
    Pedro Cardoso (DF)
------------------------------------------------------------
   
Nessa PROPOSTA (que peço ser discutida), analisando os 4 Letrix, pensei na seguinte formatação e conteúdo básicos:
   
  1) LETRIX PLENO INDIVIDUAL: (ex.: 1º Letrix)
   
  Desenvolvido por um único autor.
  Um mote : palavra de até 5 letras, escrita na vertical.
  Um texto : escrito horizontalmente.
  No texto : o desenvolvimento do tema sugerido pelo mote.
   
  2) LETRIX PLENO COMPARTILHADO: (ex.: 4º Letrix)
   
  Integrante de conjunto desenvolvido por dois ou mais autores, alternadamente, devendo cada Letrix significar individual e isoladamente.

  Um mote: idem item 1
  Um texto : idem item 1
  No texto : o desenvolvimento do tema do mote atual, incorporando a sequência dos motes anteriores, encadeados assim:
   
  A
  A
  A
   
  omo, omo, omo, ...., BBB, CCC, DDD, ........omo....omo...
   
  sendo BBB, CCC, DDD .....etc. os motes anteriores.
   
  B
  B
  B
   
  omo., omo..omo....CCC, DDD, EEE,... omo...omo....
   
  C
  C
  C
   
  omo..omo.....omo....DDD, EEE........KKK.....omo..omo..
  .
  .
  .
  K
  K
  K
  .......................................................
   
  3) LETRIX SIMPLES COMPARTILHADO : (ex.: 2º Letrix)
 
Tudo que foi descrito no Letrix Pleno Compartilhado, exceto que não inclui no texto os motes anteriores.
   
  4) EXTENSÃO DO TEXTO:
  No máximo 15 sílabas poéticas (até a última tônica), contando também as sílabas dos motes anteriores BBB, CCC, etc. nele contidas.
   
  5) TEMAS :
  Os LETRIX poderiam ser classificados pelo tema do mote inicial que subordinaria os demais motes, gerando "conformidade" no conjunto de LETRIX.
   
  Exemplo de temas:

  Natureza,
  Amor,
  Sociedade.
  País,
  Alegria
  Vida .... etc.
   
  6) CRÉDITOS E REGISTROS:
   
  1º LETRIX : Pedro Cardoso Machado.
  2º LETRIX : Patrícia Essinger,
  3º LETRIX : Rejane (Mel) Britto.
  4º LETRIX : Marco Bastos.
  Criador : Pedro Cardoso Machado (LETRIX INDIVIDUAL)
  Criadores: Pedro Cardoso Machado, Patrícia Essinger, Rejane (Mel) Britto e Marco Bastos (LETRIX COMPARTILHADO).
  Criador do Nome LETRIX: Marco Bastos.
  Primeira Proposta de Sistematização : Marco Bastos.
  Data de Criação : 11/05/2006.
  Local de Criação : Lista do Grupo Poetrix.
  Nome informal de nascimento : seilaquetrix
   
  6) RESSALVA (aqui não transcrito)
  Trata do ineditismo e originalidade do LETRIX e do reconhecimento de créditos.
   
  7) REGISTROS : (aqui não transcrito)
  Caso aceita a Proposta, solicita que o MIP registre o LETRIX nos órgãos competentes, reconhecendo os créditos.
     
  8) CONVITES:
   
  Só o que é aceito por uma sociedade será bem sucedido.
   
  Portanto, para testarmos se a modalidade LETRIX, realmente é meritória do talento dos poetas que aqui escrevem, convido-os a escreverem na nova forma. Particularmente, senti bastante satisfação ao escrever o que escrevi como 4º Letrixta.
  A quem quiser dar continuidade :
   
  E
  R
  A
  da grota do tempo, e brota poesia -- primavera!.
   
  Convido-os a analisarem essa PROPOSTA sugerindo o que acharem por bem sugerir, facilitando avaliar o que aqui se propõe, concordando ou não com a proposta.
   
  9) DEPOIMENTO PESSOAL:
   
  (Fala da exposição do proponente ...)... Mas.... PELA POESIA! ... Aí está...alguém teria que fazer.
  EPUR SI MUOVE...
   
  Boa noite a todos.
  Marco Bastos.

E lá se foi........
------------------------------------------------------------
 
Depois, vários e-mails de Marco para Pedro e vice-versa, para o acêrto da estrutura do LETRIX, AGORA AQUI DISPONÍVEL PARA QUEM DELE GOSTAR.

As primeiras experiências indicam que essas características abaixo listadas deverão permitir boas composições. Quaisquer colaborações e opiniões serão muito bem vindas e poderão gerar alterações aprimoradoras do LETRIX.

O LETRIX: poema rápido, criativo, dizer o máximo com o mínimo, simples, inovador e impactante. Temas variados. Minimalista, e se for essa a inspiração e a tendência, na linha do Concretismo.

Título : 7 letras - deverá funcionar como mote, orientando a composição. Escrito verticalmente, representando o contundente e o peremptório.

Texto: terceto, escrito horizontalmente, versos divididos por barras duplas //, contendo ao todo 17 sílabas poéticas. Desenvolve o tema indicado pelo título, utiliza figuras de linguagem, produz impacto e explora o inusitado.
Mais um exemplo:

O

R
A
I
O

tomba // e a trovoada // BOMBA.

Marco Bastos
---------------------------------------------------------
DESENVOLVIMENTOS RECENTES (Em 26/07/2006):

Na linguagem viva, recente, quanto mais se faz mais se sente. E assim, vários poetas vem escrevendo os Letrix, e das interações que acontecem, novas formas vão sendo pesquisadas. Dessas já identifico algumas alterações que revelam a criatividade dos poetas e a flexibidade da escrita.
Novas formas que estão sendo praticadas:

A) LETRIX MÚLTIPLO COMPARTILHADO (com ACRÓSTICO): (No MIP, um dos favoritos): Composição livre, com a participação de vários poetas, ordem da escrita (escolha das letras) conforme a vontade dos autores, escrevendo a partir das letras as que compõem o acróstico, título vertical do letrix.

V içosa aquidauana,// mestiça esguia,// terrena luz terena.(1)
I ntenso // seu amor // me enleva. (4)
R evela-me // santos segredos // nesse teu chão de estrelas ! (3)
G rande lua // céu - véu cristalino... // rio sensual ... nua camisola. (1)
E sconde segredos // dos olhos amendoados // que não esqueceu. (2)
M as não conta/o que houve atrás do monte/vermelho ainda no horizonte(1)


Autorias, pela ordem de participação:

(1) - Marco Bastos (Salvador - Ba)
(2) - Tereza Miranda (Juiz de Fora - Mg)
(3) - Lilipoeta (Curitiba - Pr)
(4) - Sandra Mamede (Salvador - Ba)

B) LETRIX PLENO COMPARTILHADO, DUPLIXADO, ou TRIPLIXADO, etc...: (criação de Sandra Mamede - Salvador/Ba.)
Mantém a forma dos LETRIX INDIVIDUAIS, justapondo-se, mantendo a forma de L.:

CAVALGO // SOU VENTO

S   C
O   A
U   V
.    A
V   L
E   G
N   O
T   quadris rebeldes // estribos leves // te quero chucro
O   DO FOGO // CAVALGO crespos da lua // e sei_os brancos do teu luar.
 
  CAVALGO - Rejane (Mel) Britto
  SOU VENTO - Marco Bastos.

C) LETRIX PLENO INDIVIDUAL, COM TRAÇOS CONCRETISTAS:
Como abaixo exemplificamos, havendo a possibilidade de formação de parcerias, para a criação de texto e de figuras, que podem ou não serem dos mesmos autores:

V. . . . . . O
.. . . Ô

do_eu, o horizonte nu!...// a garça voou...// eu virei tuiuiu.

Marco Bastos.

VENTO DO MAR

---------------------------------------------------------------  _´""´
V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.V.  ´´" "´´ E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E.E
N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N.N."@@´
T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T.T
O.O.O.O.O.O.O.O.O.O.O.O.O.O.O.O.O.O.O.O.O.O.O.O.O.O.O
do.do.do.do.do.do.do.do.do.do.do.do.do.do.do.do.do.do.do._.dõ.(
M.M.M.M.M.M.M.M.M.M.M.M.M.M.M.M.M.M.M.M.M.M.M.M.M.m_.´)x.´(´
A.A.A.A.A.A.A.A.A.A.A.A.A.A.A.A.A.A.A.A.A.A.A.A.A.A.A.A..´_-.´@)-´)..
R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.R.(´´
----------------------------------------------------------------\(___
mais assopro, mais desespero / com o vento no rumo / que sempre venta.

Marco Bastos.

D) LETRIX PLENO INDIVIDUAL COM TRAÇOS CONCRETISTAS E UTILIZAÇÃO DE COR:

Ver em Fátima Batista, no endereço: http://www.soletrando.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=161292

====================================================
ALGUNS LETRIX COMPARTILHADOS COLECIONADOS EM 04.03.08

M  A
A  M   G
R  Á   A
I   V   T
S  E   A loira // deixa o gato arisco // por sua conta e risco... (1)
C  L e sedutora gata // atrai num pisco // novo namorisco... (2)
O no pêlo o cisco // na AMÁVEL GATA // - amore mia - belisco?... (3)
 
 
Marco Bastos (1) (3)
Mardilê Fabre (2)


S  S
O  A
F  U
R  D
E  A
N  D
D  Estraçalhando a minha realidade... (1)
O coração colado, só_vendo... // cada tombo // um remendo...(2)

Sonia Maria Grillo - (1)
Marco Bastos - (2)

        A   P
        R   I
        T   N
        I    T
        S   O
M  S  T   R  azão expressão // alma em sentimentos // nas vivas telas (1)
 I  O  A  cor brota nos pincéis // Pintor de emoções // revela o ego. (2)
R  L etra paisagens // Artista, pintor // multiplica cores. (3)
A Rá, antes de Osiris, // era o SOL ARTISTA, PINTOR //- dos arco-iris...(4)


(1) Denise Severgnini
(2) Mardilê Fabre
(3) Gilnei Nepomuceno
(4) Marco Bastos





C antei em meio tom // bebi meio copo // folia de corpo inteiro (2)
A gora sim // se meio copo bota fogo // vou beber até o fim (3)
B eba mas não dirija //na folia agarra a cabrocha //até chegar na roça (4)
R oça???...que roça russa é essa // moça // dirijo sim,... até o drive-in (5)
O drive-in fica para outro dia // não quero atrasar // para a folia (6)
C o(lo)mbina // Carnaval arroxa-nó // - menina vira tocha (7)
H armonia na avenida // Pierrot chorando só //todo ano... em fevereiro (8)
A flor-sorriso // fantasia na cabeça // Cabochard de Marta Rocha. (1)

Marco Bastos - (1) (3) (5) (7)
Regina Lyra - (2) (4) (6)
Angela Duarte - (8)


H  -   E
E  E   R
L  R   A
E  A  S - quireras // na espera // - pelo raio da ex_fera ... (1)
N  S - sentinela // da janela // - no trovão da paquera... (2)
A - na janela, milênios jônios // ERAS ERAS // no passo dos quelônios...(3)

Marco Bastos - (1), (3)
Mirão da Estrada - (2)


R apadura e siri-mole // morde duro // e no escuro...bole-bole...(3)
I nstante este parado // sente siri mexer // de um para outro lado... (4)
S iri-mole ou caranguejo //se apanha //só na manha...só na manha (5)
A boca se arreganha // abre-se como rosa // manhosa menina... (6)
D entadura // o riso solto // rapa-dura?... (2)
A risada, crista_Lina, // penteia sem ser_pente. // cara_Bina!... (1)


Marco Bastos - (1) (3)
Angela Duarte - (2) (5)
Regina Lyra - (4)
Aurea Charpinel (6)


       M
       I
       C
   I   R
   N  O  O
E  F  C  Á
S  I   O S
T  N  S  I
R  I   M  S céu aberto // no meio do deserto // descanso certo
A  T  O areia e estrelas//OÁSIS, quase a um grito//tão perto o infinito!
D  O  lar de entrada // segue o MICROCOSMO // mesmo sem saída...
A para quem já quer sair // OÁSIS,- INFINITO // de quem não precisa ir!...


(1) OÁSIS - Mardilê Fabre
(2), MICROCOSMO (4) ESTRADA - Marco Bastos
(3) INFINITO - Regina Lyra


- - - - - - - - ----O
- - - -- N
- - - -- O –  A- .  C
- -- N - - - ----.--R
C-- A - C -- R --  A
O- - -- A -- O -- V
R -  F - M -- S -- O nas mãos//ameniza a dor//cravada em sua alma
A - U - P --  A com perfume//purifica a´lma//do cravo ferido
Ç - G- -O canto a vida//a_moROSA do ex_CRAVO//- fuga e despedida...
à - A dor da separação//despetala a rosa//e encrava os espinhos no coração...
O escravo do adeus//NA FUGA, NO CAMPO, A ROSA, O CRAVO//- fel e favo...

(O CRAVO) Mardilê Fabre.
(A ROSA) Mirão de Estrada
(NO CAMPO)/(CORAÇÃO) Marco Bastos
(NA FUGA) Sônia Mª Grillo(Baby®)



´´´T
T´´E
E´´X
S´´T
T´´O amor sem rima fica fora do contexto...
O amor anacoluto // absoluto // rima con_texto com protesto...


TEXTO : B@by® Sôni@ M@ri@ Grillo
TESTO:  Marco Bastos

Marco Bastos
Enviado por Marco Bastos em 14/05/2006
Reeditado em 08/03/2008
Código do texto: T156107
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para "http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=1583 "). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marco Bastos
Salvador - Bahia - Brasil, 72 anos
1717 textos (87458 leituras)
2 áudios (495 audições)
1 e-livros (791 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 13:05)
Marco Bastos