Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ABANDONO MORAL = TÂNIA AILENE

ABANDONO MORAL...
TÂNIA AILENE

Como sentar diante da tv ?
Ver mães se desesperando,
quando não conseguimos dormir
filhos que saem para estudar ou trabalhar
 dando tchau MÃE
e não voltam......
Chefes de família que vão
ao tão proclamado trabalho
 para ganhar o tão caro
pão nosso de cada dia e não voltam...
Mulheres que não podem
mais ter sua cidadania
garantida pelos governantes
de um BRASIL desgovernado.
Quando os eleitos pelo povo chegam
 nas nossas casas
dizendo está tudo sobre controle...
Moro no Rio de Janeiro
e nem sempre sei o que é dormir
porque os tiros não deixam....
Sair pelas ruas a noite só emergência
do contrário estamos ilhados
pelos tiros, bandidos,
policiais acuados pelo medo da morte
são homens que por vaidade,necessidade
 ou opção vestem uma farda...
Em todo lugar desta cidade maravilhosa
tem uma história triste de alguém
 que ali tombou com uma bala perdida...
Pagamos impostos, somos corretos
 com nossos deveres
e a única coisa que pedimos é:
Acabem com essa vergonha de um BRASIL
sem governo, vergonha nacional,
um povo humilhado, constrangido
 abandonado a própria sorte.
Se é para tomarmos uma atitude
vamos para rua, pedir e exigir,
dignidadede uma gente
 que só quer ter direito de ir e vir.
Sem medo deste abandono moral...
Esse BRASIL existe
basta o povo unido querer...


15/05/2006
TÂNIA AILENE
RIO DE JANEIRO
Tânia Ailene Nua Poesia
Enviado por Tânia Ailene Nua Poesia em 17/05/2006
Código do texto: T157498
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Ailene Nua Poesia
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
886 textos (30280 leituras)
28 áudios (1362 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:15)
Tânia Ailene Nua Poesia