Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ao povo paulistano

Viva São Paulo, terra de gente boa
Cidade fria da garoa, que luta 24
Horas pela vida de toda a nação.

Um dia minha São Paulo, tu terás
Toda a paz merecedora, tu serás o orgulho
Não só do Brasil, mas do mundo inteiro.

Se amanhã tu acordares sem o brilho do sol
Fique triste não, caro irmão paulistano
Aguardes, como sempre, e continues lutando
Por dias melhores que certamente virão.

Se caíres, amigo, levantes, sacudas-te a poeira
E com perseverança dês a volta por cima
Tu és forte feito gigante e para te derrubares
É preciso que o mundo caia antes

Esperes, que é só um momento de apreensão,
Não é hora de desesperança não, o pior já passou
Essa onda de violência o Rio já enfrentou
Lembres-te que o bem sempre o mal vencerá
Estejas certo que é só uma questão de tempo

No show pirotécnico da terrível dinastia organizada
Pelas avenidas, ônibus e outros veículos incendiados
Vidas banalizadas, homens tornando-se prisioneiros
De facínoras, durante o dia, noites e madrugadas
Fica apenas o desejo do retorno da paz tão sonhada

Mas ela  virá e virá com a ferocidade de tua luta
Incansável, irmão paulistano, para dar exemplo
Mais uma vez de que só lutando é que se vence
Com trabalho digno e honesto qual artista circense

Lembres-te da Avenida São João, que cantada na canção
Mexe com nossa emoção, lembres-te dos “Demônios da Garoa”
Que não cantou a toa o “Trem das Onze”. Ó irmão paulistano
Não demora muito, todos, tu e eu, estaremos numa boa.

R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 17/05/2006
Reeditado em 21/05/2006
Código do texto: T157578
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3129 textos (79580 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:29)
R J Cardoso