Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

JÁ NÃO SEI

O tempo que passou
Não sei o dia onde estamos
E mal sei quem eu sou

Já não sei
Quantas cartas te escrevi
Sinto apenas que não as leste
Ou que simplesmente já não queres saber de mim

Já não sei
Porque linhas se coze o mundo
Por onde anda a humanidade
Tenho a impressão que o novelo se embrulhou
Numa teia de inverdade

Já não sei
Porque o pássaro canta
Com uma imensa tristeza
Queimamos-lhe o campo
E ele veio para junto de nós morar
Onde numa árvore de cimento
Está a definhar

Já não sei
A razão das nossas crianças
Nascerem velhas
Mas como adultos infantilmente se andam a comportar
Sei apenas que todos se confundem
Todos não sabem bem por onde andar

Já não sei
O motivo de termos eleito as estrelas
Como nosso máximo objectivo
Enquanto plantamos bombas entre nós
Fazemos coisas sem sentido…

Já não sei…

Poema protegido pelos Direitos do Autor
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 18/05/2006
Código do texto: T158134

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5079 textos (170386 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:17)
Miguel Patrício Gomes