Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cachoeiras da Serra que tanto quero

Cachoeiras da Serra que tanto quero
Me tiram o demônio assustador
Com lua cheia, Cipó, ah se fosse eterno
Dói pensar que podes
virar outro inferno.

Mas que dure muito, assim espero
Nosso recanto, meu resplendor
Não choro lá, nem mesmo meu caderno
De onde trago apenas
meus melhores versos.

Serra, trilhas, imagens que venero
Que eu morra sem ter a dor
De ver a Serra virar mais um Inferno
Que lá eu leve meus filhos,
é o que mais quero.
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 18/05/2006
Código do texto: T158532

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
958 textos (30823 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:30)
Júnior Leal