Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Porque não para de uma vez.

O ciclo de vida deveria ser resumido em tarefas.
Porque não parar de uma vez, este coração,
que não tem mais nada a acrescentar a mais ninguém.

Este coração que causou, desgraças e discórdias,
Este coração que só soube amar, pra que continuar batendo,
sabendo que não vale a pena amar a quem se ama,
Porque ela nunca mais voltara.
Se a única coisa que ele sabe fazer é isto.
Acabo! Está na hora de deixar de bater.

E deixar para que outros corações cumprem outras tarefas,
 porque a minha já foi cumprida.
Só não sei ainda como fazer isto,
como fazer esta máquina parar.

A esperança já se foi, já não há mais amor pra receber,
 já não adianta mais amar outro coração que não é seu.
Pra que continuar a bater!

Etá vida maldita que nem na hora de parar não consegue parar.
Etá vida maldida, que perdoar já virou sinônimo de esquecer,
que amor, virou uma palavra sem sentido e sentimento banal.
Etá vida maldida.

Ta na hora de descansar,
de deixar este mundo que não entendo,
este mundo de sofrimento,
este mundo de falta de amor e de compaixão.

Etá vida maldida,
fique em paz minha linda
e cuide do meu bem mais precioso
 Meu filho.

Ricardo Muzafir -------------------- 01/02/05
Ricardo Muzafir
Enviado por Ricardo Muzafir em 20/05/2006
Código do texto: T159455
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Muzafir
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 48 anos
28 textos (1623 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:08)
Ricardo Muzafir