Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NADA

Mesmo com o passar do tempo
Com a experiência da vida
Ou com a ferramenta da neologia,
Que o ato de escrever nos possibilita,
Eu não consigo trabalhar o NADA!

Assim com a definição do tempo...
0 NADA me é difícil entender!
Como posso entendê-lo, encontrá-lo...
Se até mesmo ao imaginá-lo
Eu o consigo quantificar?

Lanço-me então, do dicionário.
Quem sabe a definição do NADA possa me ajudar...
A primeira definição com que me deparo:
A não existência...

É louco isso pensar: mas...
Tudo posso imaginar a existência...
NADA que eu encontre não existir!
E esse NADA volta a me incomodar!

Vou adiante no dicionário, vendo mais uma definição:
Ausência de quantidade, o que não existe, nenhuma coisa.
E NADA do que leio, me faz chegar a uma conclusão!

Mas sou teimosa, continuo a busca..
Agora sim encontro uma definição compreensível...
O NADA pode ser inutilidade ou bagatela, ninharia.

Mas se eu assim classificar, eu estaria definindo
O NADA com uma quantidade... mesmo que mínima...
É. Eu não consigo o NADA trabalhar!

NADA... um tempo do verbo nadar...
Esse sim é fácil trabalhar!
Mas sou fumante, logo perco o fôlego...
É melhor deixar o nadar pra lá!

Quem sabe um dia eu encontre
Alguém que possa o NADA me ensinar...
E me convencer que o NADA existe...
Ah!... É melhor eu parar por aqui
E NADA mais escrever... somente o NADA olhar!

Enloucrescida
Enviado por Enloucrescida em 21/05/2006
Código do texto: T159909

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Enloucrescida
Santo André - São Paulo - Brasil
634 textos (89719 leituras)
14 áudios (2047 audições)
4 e-livros (1046 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:28)
Enloucrescida