Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUE MUNDOS ESTAMOS A CRIAR?

Poema baseado numa terrível foto que vi que mostra um soldado Americano a segurar e a acarinhar nos braços uma criança Iraquiana que está a morrer após mais um atentado que a invasão do Iraque originou. O terror precisa apenas dum motivo para se manifestar, deixem o povo do deserto em paz, dediquem-se a essa paz, deixem que a paz seque a fonte do terror, não alimentem esta…

QUE MUNDOS ESTAMOS A CRIAR?

Onde um soldado segura nos braços e dá amor a
Uma criança quase morta
Que está prestes a enterrar

Que mundos estamos a criar?

Ele quer salva-la, mas nem todo o poder
Do Universo
Pode resgatá-la
A um destino certo…
De nada lhe vale ter as armas
Mais poderosas do seu lado
A morte vai levá-la
E ele vai ficar desconsolado
Numa terra que pisa sem o pedir
Mata ou tenta uma ordem
Que aquela gente não entende
Não consegue discernir
Porque a sua lei
É uma lei antiga
Que os soldados do outro continente
Não sabem o que é
Nem sabem em que lugar ela fica
Agem como autónomos
Dum presidente de palha
E pedem secretamente que tudo acabe
Que Deus lhes valha
Enquanto as bombas não param de rebentar
E os massacres são o relógio
Que nunca para nem há-de parar
No meio das trevas
Eles descobrem ter sentimentos
Choram pelos mortos
Pelo seu sofrimento
Choram impotentes pelo terror
Que sem querer ajudam a semear
Enquanto eu, um agnóstico
Pergunto aos Deuses

Que mundos estamos a criar?
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 21/05/2006
Código do texto: T160093

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5077 textos (170321 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:39)
Miguel Patrício Gomes