Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENTREGA

Ah, essa cruz que é o mundo
A qual carrego nos ombros
Como fosse algemas a ferir os meus pulsos
E amargura meu peito, como prisioneira fosse!

Mergulho na desolação sem fim
Quando encontro-me diante de ti
Em total desequilíbrio emocional

O corpo grita, ao tempo em que entrego-me a ti
A qualquer momento e lugar, e sem resistências
Aos  teus desejos loucos, insanos, e até profanos!

Sonhos, fantasias, êxtases e fetiches
Permitindo-me a tudo submeter
Pelo puro prazer de a ti, simplesmente
Me entregar e satisfazer!
Laura Limeira
Enviado por Laura Limeira em 22/05/2006
Reeditado em 23/05/2006
Código do texto: T160965
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Laura Limeira
Recife - Pernambuco - Brasil
62 textos (3169 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:33)
Laura Limeira