Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bagagem


A cada aeroporto vejo a nossa historia
O reluzir das estrelas a cada vez que você parte,
E parte de mim que parte também.

Não há mais promessas,
O tempo se foi.
O telefone desligado
Reforça ainda mais a tese de que minha solidão
É a palavra-chave para essa monografia exagerada

Não precisa mais enchugar as lágrimas,
Deixe que o grito me surde,
Assim não ouvirei mais teu nome,
Ainda que continue a pensar em ti...
Infame as irrelevâncias tolas!

Que a estupidez termine em breve.
Pois cansa ver tanta hipocrisia
Escondida na sutileza da humildade.

E que acabe brevemente.

Silente

A luta desesperada por meu peito em respirar.

O grito leviano chamando teu nome.

Meus olhos ardidos acordados a te esperar.

E meu coração dilatado...

Agonizando por você.
Andreia Batista
Enviado por Andreia Batista em 23/05/2006
Código do texto: T161505
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Andreia Batista
Salvador - Bahia - Brasil, 31 anos
23 textos (535 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:23)
Andreia Batista