Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Escrevor

Tu sob mim, tão frágil,
pequena fina e branquinha,
permites que eu tão ágil
te preencha todindinha.

Eu te arranho, e tu calada,
eu por cima e tu por baixo,
te dás em troca de nada,
eu aproveito e me encaixo.

Em ti eu todo me esbarro
te melo toda e descanso
és minha sem dar palpite.

Copulamos num só sarro,
voraz ou às vezes manso,
tu papel e eu grafite.


Júlia Carrilho Lisieux
Enviado por Júlia Carrilho Lisieux em 25/05/2006
Reeditado em 30/07/2008
Código do texto: T162575

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Júlia Carrilho Lisieux
Brasília - Distrito Federal - Brasil
33 textos (2081 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:56)
Júlia Carrilho Lisieux