Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ainda no passado

elisasantos

Monumento erigido com carícias
Imprimiu delícias com perícia
Sextavou pedras  que espalharam brilhos
Lapidou sentimentos embrutecidos pelo desamor

Com a linguagem do corpo versejou desejos
Deu relevo aos anseios do coração,
o dia-a-dia levou a magia, a noite
Tomou conta dos dias, a lua não descansou

Divago e não localizo, onde terá espaço
Para o desejo, os afetos loucos
Que teimam em existir no corpo que teimoso...

...Tem os seus sentidos ainda aguçados
Ainda são passado, são tempo que jaz
Parado, vivendo o que acabou.



elisasantos
Enviado por elisasantos em 26/05/2006
Reeditado em 26/05/2006
Código do texto: T163139
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
elisasantos
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
430 textos (24473 leituras)
1 áudios (91 audições)
4 e-livros (163 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:22)
elisasantos