Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mulher na Vida

Mulher na Vida

Ai! Já não aguento mais
A dor desta ferida
Que carrego no peito escondida
Ferida feia feita pelas maldades
Dos homens que amie
E me tornaram mulher na vida!

Dentro de mim arde como brasa.
Já não encontro mais espaço
Para tandar dor
É amargo, Ter sofrido por amor.

Tornei-me mulher trapo
Ou velho bagaço?
Como dói! Lá vem outro estilhaço
Do circo, talvez do palhaço
Desejo apenas carinho, beijo e abraço.

Quem não conhece, não sabe
Imagina: Lá vai ela.
Tão Linda! Tão bela!
Sua silhueta desliza pela passarela
Seu perfil é eternizado na tela
Da luta constante pela vida.

Não sou a única
Sou como a cópia de muitas
Que choram e rolam pelas esquinas
Esmolam, ou são vítimas de chacinas.
Sem salário, sem garantia

Sou negra, branca, amarela
Desdentada e perfumada
Sou a mulher que ninguém vê
Que vive escondida na multidão
Mas também tenho coração

Peço ao Senhor em oração!
Proteja todas desta nação
Do planeta e as da futura geração.

Para que a dor desta ferida
Não as tire mais cedo da infância
Não as faça mulher sofrida na vida.
Aradia Rhianon
Enviado por Aradia Rhianon em 26/05/2006
Código do texto: T163558

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aradia Rhianon
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1208 textos (87733 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:15)