Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um dia no Clube





             Naquele domingo a esposa pediu que ele fosse ao clube com as crianças, enquanto ela prepararia o costumeiro almoço. Quase sempre o frango caipira com pequi fazia parte do cardápio do domingo.
    Ainda bem cedo, totalmente equipado, colocou as crianças e os apetrechos no carro e seguiu para o clube que ficava às margens do lago formado nas vizinhanças da cidade onde morava. Era um lago da usina hidrelétrica.
    Como de costume, em fins de semana, ao chegar ao clube, colocou os filhos na piscina para  crianças e ficou por ali conversando com amigos e clientes que faziam questão de conversar com o  gerente do banco, que naquela época tinha certo destaque em comunidades pequenas.
    Como gerente, gozava de certas regalias e todos faziam questão de pagar uma cerveja "pro gerente", o que era para ele enorme benefício.
    Quando já passava das 12 horas, entrou no carro e mesmo um pouco "chumbado",foi dirigindo para casa pensando em saborear o almoço que sua dedicada esposa  havia-lhe preparado.
    Transcorreu os 30 quilômetros que separava a cidade do clube e muito apressado e faminto sentou-se à mesa, enquanto solicitava que lhe fosse servido o almoço. O cheiro do frango com pequi aguçava ainda mais sua fome.
    A  esposa olhou-o demoradamente e perguntou:

    - Eurípides, cadê as crianças?

    Naquele momento ele se deu conta que havia esquecido os filhos no clube. O almoço teria que esperar. A esposa exigiu que ele voltasse imediatamente, mas desta vez acompanhado por ela.
    Enquanto isso, o estômago roncava.

    11/10/05-
Vanderleis Maia
Enviado por Vanderleis Maia em 28/05/2006
Reeditado em 05/03/2009
Código do texto: T164794
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vanderleis Maia
Imperatriz - Maranhão - Brasil
1412 textos (110792 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:00)
Vanderleis Maia