Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SENZALA

É aflito o olhar de desespero
a palavra que acusa
a voz que condena
inocência maculada
jogados ao relento...

Triste dilema
paralelas que deságuam
saídas para esgotos
despejos que fedem
justiça que bóia...

Na multidão
são eles
que fazem história,
sempre ilesos
cupins que devoram...

Na memória lembranças
quebra-cabeça
corações em pedaços
espalhados em cativeiros.
Voa esperança...





Jamaveira
Enviado por Jamaveira em 28/05/2006
Código do texto: T164895
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jamaveira
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 62 anos
1943 textos (95972 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:34)
Jamaveira