Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NAO

Um “não” que deixei de usar
Quando abusei do seu coração.
Fui poeta ou um mal de ocasião?
Deus sabe que amo meus versos,
Esses pedaços de emoções passageiras,
Que faço agora em hora e meia.
Eu expulso de mim tal pensamento,
Deixo que o vento leve.
Você na janela sente a brisa,
Ouve a música e sonha o carinho.
Eu do meu lado escrevo,
De sua parte o amor incendeia.
Deixo meu “não” de lado...
Meu grande e maior pecado.
Sei da culpa que tenho,
A verdade não está no poema,
Mas no sorriso que me venha.
Se for de ti um olhar de mulher,
Cabe-me ser mais que poeta,
Ser o humilde homem que não se atreve,
Que se esconde atrás dessas linhas,
Que nem de longe remontam,
Uma beleza que jamais vi no espelho.

Jose Carlos Cavalcante
Enviado por Jose Carlos Cavalcante em 06/06/2006
Código do texto: T170705
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jose Carlos Cavalcante
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
730 textos (54067 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:59)
Jose Carlos Cavalcante