Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Capibaribe, meu rio! (parafraseadno Austro Costa)

Capibaribe, meu rio!
Ouve este meu lamento!

Olho pra ti, entristeço
me esforço, não te reconheço
não és mais o mesmo.
Que vejo?

Teus cílios foram arrancados,
tuas margens, concretizadas,
teu leito assoreado.

Capibaribe, meu rio!
Como suportas tanto esgoto?
Como comportas tanto lixo?
Meu Deus! Que desgosto!

Capibaribe, meu rio!
O que foi feito de tuas águas?
Os teus peixes, onde estão?
Os barcos que por aqui passavam,
por onde navegarão?

OH! Meu Capibaribe!
Dói-me o peito ao te olhar!
Faz tempo que não te vejo
por tuas margens transbordar.
E quando isto acontece,
levas contigo a miséria
deixando mais miserável,
quem na miséria está.

Capibaribe, meu rio!
Grita! Brada! Esbraveja!
Mostra tua fúria e tristeza!
Quem sabe assim, algum dia,
para tua e minha alegria,
recuperarás tua grandeza!
Zui
Enviado por Zui em 07/06/2006
Código do texto: T171333
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Zui
Limoeiro - Pernambuco - Brasil, 54 anos
14 textos (354 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:49)
Zui