Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nosso morto verde

A folha que da arvore cai
No chão já pisoteado
Aos céus pede perdão
Pela triste destruição.

Que os seres aniquiladores
Nesta terra estão a desvastar
Sem nem ao menos pensar
Que destróem seu próprio lar.

E se nada mais sobrar?
Onde iremos morar?
Como iremos nos sustentar?
O que da humanidade será?

Uma lágrima do caule desce
Tentando se expressar
Tentando pedir para ficar
Vendo a serra se aproximar.

Não! Vocês precisam parar!
Não! Vocês não podem continuar!

Se hoje tudo destroirem
Amanhã nada restará
E muito rapidamente
O cáos irá nos visitar
.
Rafael Jank
Enviado por Rafael Jank em 09/06/2006
Reeditado em 11/06/2006
Código do texto: T172182

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rafael Jank
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 31 anos
328 textos (10273 leituras)
3 áudios (83 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:26)
Rafael Jank