Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Viriato - um samba

Viriato
Me deu um trato
Se fez de rogado
Nem se despediu
Nem que fosse pra bater um papo
Foi mal
Viriato
Voce confundiu

No bar do Caco
Conheci o Viriato
Um mulato perfumado da policia militar
Todo galante
Me pagou uma bebida
Me comprou uma margarida
Me tirou para dançar
Já embalada no calor daqueles braços
Não pensei
Nem duas vezes
Resolvi tudo aceitar
Passei a noite com o gato no barraco
Precisava de carinho
Não tinha porque negar
Há!
Tatiana Cobbett
Enviado por Tatiana Cobbett em 16/05/2005
Código do texto: T17249
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tatiana Cobbett
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 56 anos
586 textos (22009 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:33)
Tatiana Cobbett