Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os Demônios estão Soltos

É tempo dos santos
pois os demônios estão soltos.
É hora de armar fogueiras,
exorcizar destinos,
ultrapassar mandingas,
quebrar encantos.

Os demônios estão soltos.

As lavras do poder
se intrometem nos segredos
e mistérios das oito portas;
as lágrimas são diversão perversa
encenadas à luz da escuridão,
nas sombras das cortinas carcomidas.
Cobras alimentam-se de trigo,
joga-se moedas aos macacos
e os homens, caçadores de névoas,
passeiam suas lembranças
no circo de suas vidas
Maria Luiza de Monteiro Marinho
Enviado por Maria Luiza de Monteiro Marinho em 12/06/2006
Reeditado em 12/06/2006
Código do texto: T174193

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Luiza de Monteiro Marinho
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
149 textos (4798 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:26)
Maria Luiza de Monteiro Marinho