Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MAIS UM PRÓXIMO DIA

De repente, chegou a noite
Obscurecendo,
Entristecendo,
Atrasando.

De repente, a insônia
O tédio,
O teto,
A cama.

Do nada vem uma canção
Pego o rádio,
Ligo o lápis,
Aponto ao papel.

De repente uma melodia
Disfônica,
Diatônica,
Atônita.

Meus olhos embaçados
De repente,
O repente
Indolente.

A emoção se aflorou.
Os sentidos,
Os desejos e
As lembranças.

E então, todas minhas aspirações
Realizadas,
Embrenhadas,
Desgraçadas.

Foram desembaralhando, de repente
Letras de forma,
Papel molhado,
Lápis no chão.

De repente, pela fresta
O sol,
O dia
Adia.
Marco Faria
Enviado por Marco Faria em 12/06/2006
Código do texto: T174221

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marco Faria
Piratininga - São Paulo - Brasil, 36 anos
28 textos (937 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:29)
Marco Faria